Controlar as Vendas

Pense bem, você, varejista, é quase certo que o seu fluxo de dinheiro é intenso. Como você compra e vende mercadorias, o giro da sua empresa é alto. Assim, para que você não perca o controle financeiro, é muito importante que dê, sempre, uma atenção especial à área financeira da sua loja.

Essa é a parte operacional do departamento financeiro da sua empresa. Tenha certeza de que todos os processos estejam sendo executados corretamente. Assim, você conseguirá tirar os relatórios financeiros que vão ajudar na gestão da sua loja. 

A operação básica que você não pode deixar de fazer é a conciliação de cartões. Esse processo é particularmente importante para o varejo, uma vez que os recebimentos em cartões tem grande volume e são, de certa forma, complexos. Você não pode deixar de conferir as taxas e serviços cobrados. Assim, você terá certeza de que todas as vendas em cartões estão conciliadas e se estão sendo recebidas corretamente. 

Quer Vender Mais?

Somos a POS VALE SERVICE, uma empresa especialista em meio de pagamentos dos cartões de refeição, alimentação, cultura, combustível, crédito, débito. Assessoria e negociação com adquirentes de cartões.

Temos a solução e as ferramentas necessárias para que o seu negócio tome a melhor decisão com qual adquirente você deve trabalhar e quais bandeiras de cartões deve aceitar. Entre em contato hoje mesmo e tenha nas mãos o controle dos negócios de meio de pagamentos da sua empresa.

Controlar as Vendas?

Cartões de crédito e débito e bandeiras de vouchers representam o meio de pagamento mais comum no segmento on-line no Brasil. No varejo, mais de 80% das vendas realizadas são pagas com essas ferramentas. Número que, segundo diversos estudos, deve aumentar ao longo dos próximos anos.

A Central do Estabelecimento é um sistema de gestão que otimiza o processo de consolidação de dados, realizando a conciliação das vendas de todas as operadoras de cartão com as quais a sua empresa trabalha. Além disso, oferece a possibilidade de conciliação financeira, que cruza os status das vendas realizadas junto à adquirente de cartão e o extrato bancário de sua empresa.

Esses tipos de conciliações são grandes aliadas para qualquer empresa, pois proporcionam mais segurança às vendas on-line, reduzindo a chance de fraudes e/ou inadimplência por conta dos compradores. Atualmente, no Brasil, há mais de 60 milhões de pessoas em condição de inadimplência, sendo quase 30% deles por ações em cartões de crédito ou débito e bandeiras de vouchers.

A partir de 2020, a ferramenta de cartões da Central do Estabelecimento conta com dashboards de fluxo de caixa que facilitam a gestão financeira do varejo. Tudo passo a passo, simplificado, pois tecnologia não deve ser sinônimo de complexidade.

Comprar ou Alugar?

alugar ou comprar maquina de cartão ?

alugar ou comprar maquina de cartão ?

Comprar ou alugar? Veja qual a melhor forma de adquirir uma maquininha de cartão para o seu negócio!

Chegou a hora de ter uma máquina de passar cartão, mas ainda não sabe se prefere alugar ou comprar? Para ajudar você a entender qual a melhor opção para o seu negócio, respondemos as principais dúvidas dos empreendedores em relação às maquininhas de cartão. Confira!

Quais são os custos para comprar ou alugar uma máquina?

Comprando a maquininha, você não paga aluguel nem mensalidade – há apenas a cobrança das taxas sobre as vendas realizadas e, claro, o custo da compra da máquina (que pode ser parcelado em até 12x ou a vista no boleto bancário). Essa opção é a mais recomendada para quem ainda tem um baixo fluxo de vendas, assim você paga somente quando vender.

Se seu fluxo de vendas é alto e você prefere alugar a maquininha, você pode escolher entre modalidades disponíveis:

Plano de Faturamento:

É ideal para quem quer um preço fixo mensal que inclui máquina de cartão sem taxa. Você só precisa escolher uma maquininha, um volume de vendas e o prazo de recebimento para as vendas no crédito à vista.

Aluguel zero:

mediante faturamento mínimo e você paga apenas as taxas sobre as vendas.

Monte um plano adaptado, negociando condições de acordo com faturamento, tamanho de negócio e área de atuação.

O valor contratado no plano é descontado mensalmente na sua agenda de recebimento, e você pode controlar tudo no nosso sistema CENTRAL DO ESTABELECIMENTO.

Qual o prazo de entrega das máquinas de cartão?

Alugando, a entrega da máquina tem frete grátis e garante a entrega em até 7 dias úteis. Para quem escolhe comprar a máquina de cartão, o frete também é grátis e o tempo médio de recebimento é de 7 a 15 dias úteis.

Como funciona a conexão das máquinas?

Alugando ou comprando, você não precisa se preocupar com o chip de internet para vender, já que a operadora que funciona melhor na região onde está, gratuitamente.

Preciso solicitar as bobinas das máquinas?

As bobinas de impressão precisam ser solicitadas, as bobinas serão enviadas sempre que suas unidades estiverem no fim, assim você não precisa se preocupar em pedir mais.

Qual a diferença no recebimento das vendas?

Comprando sua máquina, você recebe o valor das transações no débito em um dia útil e as vendas no crédito, à vista ou parcelado, em dois dias úteis.

Alugando, você recebe as vendas no débito em 1 dia e as vendas no crédito entre 2 e 31 dias, de acordo com o plano escolhido.

Em ambas as opções, receba direto na conta corrente ou poupança, sem a necessidade de transferências manuais, como na concorrência. Se você não tem conta no banco, também pode escolher receber na conta digital gratuita , que vem com um cartão pré-pago grátis e sem anuidade. Aceito em mais 3 milhões de estabelecimentos, também permite saques a qualquer hora nos terminais do Banco24Horas. Nessa conta, além de receber as vendas, você paga contas e faz transferências.

Como funciona a garantia e manutenção?

Comprando sua maquininha, a garantia é de até 12 meses, de acordo com a maquininha escolhida, a manutenção e troca do equipamento são feitas gratuitamente – exceto quando identificado mau uso.

Para quem aluga, a garantia é permanente e a troca do equipamento em 100% dos casos é imediata. Além disso, há upgrade gratuito da maquininha para novas tecnologias lançadas.

Tem alguma diferença no atendimento e suporte?

Comprando ou alugando, você tem canais disponíveis 24 horas, 7 dias por semana, além de célula exclusiva de Especialistas Financeiros para esclarecer dúvidas a qualquer momento.

Antecipação de recebíveis

antecipação de recebiveis

antecipação de recebiveis

Saiba as vantagens e em quais ocasiões a antecipação de recebíveis é indicada

Cumprir com todas as obrigações financeiras do negócio tornou-se uma tarefa bastante complicada. Em um mercado cada vez mais competitivo, que sofre com a retração da economia nacional, os empreendedores de todos os portes e segmentos encontram muitas dificuldades para manter suas operações ativas.
Para evitar que a empresa fique estagnada e com dívidas, os empreendedores acabam indo em busca da antecipação de recebíveis. Os motivos para que o gestor chegue a esse ponto são bem variados, desde erros no planejamento financeiro empresarial, baixa das vendas por conta da crise até a sazonalidade.

Caso você esteja cogitando solicitar a antecipação ou desconto de recebíveis de sua empresa, não deixe de conferir, neste artigo, os principais riscos e as vantagens de utilizar o recurso.

Entenda o que é antecipação de recebíveis

Antes de realizar a antecipação ou desconto de recebíveis de sua empresa, o empreendedor precisa conhecer como funciona essa alternativa de obtenção de capital de curto prazo para sua empresa.

Saiba mais: Antecipação de recebíveis de cartão

A antecipação de recebíveis faz o dinheiro que você receberia no futuro se tornar caixa presente. Isso acontece porque as securitizadoras, factorings ou instituições financeiras assumem a responsabilidade pelo recebimento futuro do valor dos títulos negociados (antecipados ou descontados).

Como funciona a antecipação de recebíveis?

A antecipação de recebíveis tem custos para a empresa, que na verdade são taxas de juros cobradas pelas instituições que adiantam os valores, sendo elas compatíveis com o tempo necessário para haver a compensação dos créditos recebíveis.

Por isso, indica-se que você analise as taxas de juros, bem como as demais tarifas a serem cobradas sobre o valor antecipado. Desse modo, você se previne de surpresas desagradáveis quando tiver que pagar os encargos da operação.

Para que esse processo seja conduzido adequadamente, é essencial montar um plano financeiro para os meses posteriores à antecipação, já que a empresa precisa saber exatamente os custos que serão cobertos pelo valor adiantado.

Conheça as vantagens dessa linha de crédito

Antecipações das bandeiras de Crédito, Parcelado e Vouchers

Traçando um comparativo com outras linhas de crédito disponíveis no mercado, uma das principais vantagens de utilizar a antecipação de recebíveis é que o empreendedor não está pegando recursos emprestados de terceiros, mas usando algo que já é do seu negócio. O que muda é que ele antecipa as datas de resgate, pagando taxas de desconto para isso, as quais são, em média, de 3 a 12% a.m..

Maior rapidez na liberação de recursos

Outro ponto vantajoso é que a rapidez da antecipação de recebíveis otimiza recursos, diminui o percentual de endividamento do negócio e ajuda o empreendedor a obter vantagens importantes na negociação com seus fornecedores por meio da antecipação dos pagamentos.

O gestor do estabelecimento comercial, precisa ter em mente o faturamento que a empresa tem nas bandeiras de credito e parcelado, para negociar uma taxa compatível com as menores taxas que temos no mercado, neste caso, a CENTRAL DO ESTABELECIMENTO, tem todas a dicas e conseguimos as melhores taxas do mercado para o seu estabelecimento, não perca dinheiro com as taxas que são aplicadas pelas bandeiras de crédito, refeição e alimentação, entre em contato com o nosso time de consultores e deixe que negociamos para o seu estabelecimento, as melhores taxas do mercado de antecipações!

Quando você solicita uma antecipação de crédito, parcelado e as bandeiras de refeição e alimentação, é necessário tomar muito cuidado e entender o que cada bandeira oferece como “beneficio”, para antecipar seus créditos, pois utilizam diversas formas de convencer o estabelecimento de antecipar, e depois que você aceitas as condições comerciais das bandeiras, que é uma ótima opção de dinheiro rápido e sem burocracia, mas cuidado, sem a informação correta, seu estabelecimento pode perder um media de 12% do faturamento, apenas com um antecipação mal negociada.

Saiba como reduzir taxas

Abaixar taxas

Negociar TaxasGestão

A taxa cobrada pelas operadoras de cartões de crédito junto aos estabelecimentos comerciais e outras empresas influencia diretamente no preço final de produtos e serviços. Quem pretende abrir um negócio e receber pagamentos por esse meio precisa considerar essa variável no seu plano de negócio. Mas é possível negociar essas taxas?

Para quem vai abrir sua empresa, a taxa inicial cobrada é de aproximadamente 3,6% sobre o valor de uma transação com cartão de crédito à vista, em que o lojista recebe 30 dias após a data da venda.

Para transações de débito em conta, como o Visa Electron ou o Maestro, a taxa é de 0,5% a 1,0% inferior à de crédito. E as transações parceladas no cartão possuem uma tarifa crescente, de acordo com a quantidade de parcelas. Existe a possibilidade de negociar uma “taxa escalonada” do parcelado, como, por exemplo, 1% a mais em relação à de crédito para duas a cinco parcelas, 2% a mais em relação ao crédito para seis a nove parcelas, 3% ou mais para 10 a 12 parcelas.

Por padrão, a taxa do cartão de débito sempre será menor que a do crédito, enquanto a da venda parcelada é sempre a mais alta. É preciso tomar cuidado com o recebimento em prestações, porque impacta o fluxo de caixa. Se for preciso pagar um fornecedor em 30 dias, será necessário ter dinheiro no momento.

Se o valor médio da venda for superior a R$ 120, considere a possibilidade de receber pagamentos em pelo menos três parcelas. No geral, a média uma prestação é de R$ 75, e os principais fatores que influenciam são o segmento de empresa, mix de produtos e perfil do consumidor.

Dicas para negociação

As principais operadoras de cartão de crédito, também conhecidas como adquirentes, são a Cielo, Redecard, e ainda temos a Pagseguro e a Getnet. Concentrar as vendas em uma das operadoras é proposta interessante para elas, mas tenha sempre outra como backup.

O ideal é ter pelo menos três meses de faturamento com a operadora para tratar de negociação e apresentar expectativa do volume de venda nos próximos 12 meses (faturamento, quantidade de vendas e/ou valor médio da venda).

É importante identificar qual opção de pagamento representa maior volume (débito, crédito ou parcelado). Se por exemplo, as prestações correspondem a mais de 60% das vendas, lute por uma taxa menor neste quesito, ainda que isso represente a taxa no crédito ou no débito mais alta.

Para conseguir uma tarifa ainda mais baixa, estude a possibilidade de fazer antecipação de recebíveis, um tipo de financiamento. O adiantamento de uma venda a crédito ou parcelada pode ser feita pelos bancos ou pela própria operadora. Pesquise pela menor tarifa.

Entretanto, mesmo com toda a importância da menor taxa, o conjunto de serviços oferecido pela operadora, deve ser considerado e pode ser  determinante, tal como um bom atendimento, tecnologia e soluções adequadas para sua operação.

Seja uma simples máquina de pagamento (POS) ou uma solução de comércio eletrônico para pagamentos via Internet, vale fazer algumas contas e, pelo menos uma vez ao ano, tentar renegociar as taxas. Em toda negociação, o ideal é sempre buscar uma proposta onde as partes sintam-se satisfeitas, pois quem quer produtos e serviços de qualidade precisa pagar por um preço justo.

A Central do Estabelecimento, tem uma ferramenta muito interessante, nesta ferramenta de GESTÃO DE MEIO DE PAGAMENTOS ELETRONICOS, você alimenta o sistema com as vendas realizadas diariamente, e o sistema te informa o volume de vendas, data de recebimento, tarifas cobradas, e você verifica pelo calendário, qual a data de recebimento, e o melhor de tudo, você pode verificar as vendas de crédito, débito, parcelado e as bandeiras de vouchers (alimentação e refeição), em uma única plataforma, com as informações a um clique você tem a gestão de todos os seus pagamentos e a informação que vai ter ajudar a baixar taxas e mensalidades das operadoras de cartões, com todas as informações sobre o seu faturamento e as taxas aplicadas pelas bandeiras, você consegue negociar e reduzir custos.